Propaganda #1

Infelizmente ainda assistindo TV presenciei um comercial onde um dinossauro (godzilla-like) corre atrás do novo modelo automotivo, enquanto persegue pisoteia em carros antigos (um Monza e depois um Passat).

Obviamente as passagens são rápidas e imperceptíveis para olhos desatentos:

Anúncios

Paideia filiada à estádios italianos?

Reparei na partida entre Lazio & Trabzonspor…

http://br.esporteinterativo.yahoo.com/noticias/lazio-e-trabzonspor-empatam-sem-gols-pela-europa-league-221032743.html

nos painéis eletrônicos de anúncios a passagem de uma animação da Paideia, instituição criada por Barbara Spectre cujo o objetivo é impor/ impregnar a cultura judaica em locais fora de onde ela pertence.

O próprio site oficial diz que a instituição tem o objetivo de reviver o judaísmo na Europa. http://www.paideia-eu.org/

Bem, mas desde quando a Europa tem o judaísmo como religião? A Europa é originalmente um continente pagão, desde que se formou através dos neandertais.

A farsa continua quando o site afirma que a judaísmo foi oculto através do Comunismo.

Em primeiro lugar o Comunismo é uma criação judaica. Duvida? Então eu lhe provo

(aperte End no seu teclado depois de clicar o link a seguir, e veja a descendência dele):

http://pt.wikipedia.org/wiki/Karl_Marx

Em segundo lugar, o holocausto é uma ação de falsa-bandeira para agregar a comunidade judaica um sentimento de piedade global. 

Todas as pessoas do mundo são livres para ir e vir para onde quiserem, mas interferir naquilo que PERTENCE a um continente é deveras injusto. Trata-se de uma invasão e deve ser defendida como tal.

Não recomendo o uso da violência mas sim do diálogo e consenso.

A violência cabe à última instância, no caso de evolução para um “abuso político”, isto é, quando há discriminação por parte dos autores e ativistas. E é nessa hora que o povo deveria ir as ruas e lutar de verdade (diferente da atualidade brasileira).

Recomendo através desse post muita atenção com esse tipo de ação. 

http://www.sslaziobrasil.com/2013/10/lazio-e-novamente-punida-pela-uefa-e.html

Ps.: É claro que isso se aplica se a Paideia realmente estiver vinculada ou não ao patrocínio de estádios. Mas a história diversa à notícia tem um grande cunho de verdade.